quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Um esteta, francisco vaz brasil



Um esteta
francisco vaz brasil


I
Nesta vida atribulada,
o poeta é viajante e  cantor,
a palavra é sua estrada,
e em cada canto do nada
ele canta morte e flor!

II
Ah, eu queria ser poeta
Não para representar
Sofrimento-saudade-dor,
Mas para burilar versos – um esteta
Do intrínseco jogo do Amor!
Postar um comentário