sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Quase, Quase Trovas, francisco vaz brasil

Quase, Quase Trovas
francisco vaz brasil


Eu pensei em nunca mais
dizer adeus pra ninguém
Quem vai saudades leva,
pra quem fica a saudade vem...

Quem quiser ter vida longa
Não faça muita besteira
Não entre na Lava-Jato
Não tome parte em sujeira...

um dia te vi na praia
tão linda, de pernas pra fora
naquele momento pensei
- meus pais ganharam uma nora

quando voltamos do banho
na praia de Marudá,
eu parecia faminto
e tu me deste uma banana
- te convidei pra casar

muié feia e burro velho
são fontes de desenganos
eu gosto é de galopar
e de velhas de vinte anos...

tu pensas que me enganas
oh, alma sem coração
não sejas pia de igreja
onde burro lava a mão

fui visitar um shopping
e agora eu sei o que lá tem
tem muita gente bonita
e no bolso nenhum vintém...
 
Postar um comentário