terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

RECORDAÇÕES, Dalcídio Jurandir



RECORDAÇÕES, 
Dalcídio Jurandir

 


Aqui no quarto a lamparina mostra o chão batido os dias mortos a roupa na corda as visões da ribanceira.
O baú velho onde a moça guarda entre panos velhos um e outro suspiro.
Postar um comentário