sexta-feira, 7 de junho de 2013

Renúncia, Cecília Meireles



Renúncia – Cecília Meireles


Sê o que renuncia
Altamente:
Sem tristeza da tua renúncia!
Sem orgulho da tua renúncia!
Abre a tua alma nas tuas mãos
E abre as tuas mãos sobre o infinito.
E não deixes ficar de ti
Nem esse último gesto!

(Cecília Meireles, Antologia Poética)
Postar um comentário